quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Espiritismo - Reencarnação


Estava discutindo filosofia e religião com uns amigos no domingo a noite, em que debatemos alguns pontos que para mim era de fácil compreensão, e outros nem mesmo conseguiam pensar na hipótese de tal coisa acontecer. Então pensei em fazer aqui algo como introdução aos conceitos de Espiritismo. O primeiro ponto que quero falar é sobre Reencarnação.

Mas antes de falar sobre este assunto, é preciso entender no que o Espiritismo se baseia.
A sua base são três: Deus, espírito e matéria.

Deus é um ser onipotente, onipresente, oniciente. Ele é a utopia dos termos inteligência, justiça e amor. E é tão grande suas propriedades, que fogem a razão humana tentar entendê-lo , em questões como, porque criar o universo, por exemplo. O fato é que para o Espiritismo, Deus existe, sempre existiu, e sempre existirá. Ele é o criador do universo. E em dado momento ele criou o espírito, e a matéria.

O espírito é a inteligência que move a matéria. O espírito não tem forma, nem cor. Alguns dizem ser uma centelha, outros dizem ser uma fumaça, ou uma luz.
Quando alguns dizem ter visto um espírito, na verdade eles viram um "períspirito", que é um invócrulo de plasma que fica entre o espírito e o corpo humano. Assim o períspirito mantém a forma de sua ultima passagem pela Terra, sua ultima vida, talvez para os familiares o reconhece-lo. Mas sobre períspiritos e dom de vê-los discutirei no próximo post.

A matéria é tudo que faz parte do nosso sistema físico. Tudo. O ar, a água, terra, fogo, tudo.

Agora sim vamos a Reencarnação.
Este processo se dá ao passo que enquanto o corpo humano nasce e morre, a alma é eterna.
Por que Deus criaria um ser pensante, e colocaria ele em seu mundo para viver em média oitenta anos, e depois deixar seu espírito descansar no céu eternamente? Qual o propósito disso? Qual a evolução que isso trás? Nenhuma.
Deus quando dotou o ser humano de inteligência, sentimentos, e poder de escolha (livre arbítrio), sabia que, ele sendo falho, aconteceriam muitos problemas a cerca de desentendimento pessoal, indo de simples discordâncias à guerras.
Assim sendo, Deus criou uma lei natural, em que os espíritos que entraram e morreram em brigas e guerras, voltassem em uma próxima vida, para enfim se entenderem e criarem um laço afetivo entre si. Na maioria das vezes os generais rivais de guerras, voltam como irmãos, ou pais e filhos. Isso explica porque existem filhos que matam os pais, e vice-versa. Eles ainda não conseguiram se entender nesta vida, e provavelmente voltaram em próximas. Acredito eu que o caso mais extremo disso são os irmãos siameses, onde um precisa necessariamente do outro para viver.

A Reencarnação também explica as aptidões. Por que um menino de cinco anos toca mais bateria que um homem trinta, que estudou a vida inteira? Deus foi mais bonzinho com o menino? Não. Se isso acontecesse Deus seria injusto, e sendo injusto perderia um atributo de Deus, logo Deus não existiria. A Reencarnação explica que este menino já viveu em outras epócas, e já estudou bateria, a ponto de nesta vida já ter a facilidade com o instrumento. Vi um caso de um menino cirurgião plástico com oito anos. Como, se para ser cirurgião tem que estudar muito, muito mesmo?! E você já parou pra pensar por que os bebês estão falando em andando mais depressa do que antigamente?


ps: Tudo que dissertei aqui foi baseado no meu conhecimento sobre a Doutrina Espírita, sobre os livros de Allan Kardec, Chico Xavier, entre outros. E sobre minha experiência de dez anos na Doutrina.

No próximo post pretendo discutir sobre períspirito e os dons de "sexto sentido".

Qualquer duvida ou informação sobre o assunto, podem perguntar aqui nos comentários mesmo, ou no meu email, que está no perfil deste blog.

Espero que tenha ajudado alguns a entender mais sobre o fascinante "mundo invisível".
Vllw galera.
Até o próximo post.

21 comentários:

garotalii disse...

Realmente, eu havia lido uma noticia, num jornal, sobre um espirita, debatendo as questões da reencarnação. E realmente, discutir um religião, ou tentar convencer alguém, de que tal coisa, pode acontecer é complicado.
Mas, o argumento " por que os bebês estão aprendendo a falar e andar mais rápido" me deixou fascinada, realmente, seria reencarnação?.
Realmente, sempre me interesei sobre algumas doutrinas diferentes, e espiritismo, me fascina de certo modo.

Sandro Batista disse...

Parabéns pela popularização desse tema tão espinhoso e muitas vezes mal visto pelos leigos. Sou adepto de outra religião, que tem uma certa base no espiritismo, e acho importante que o assunto seja tratado sem preconceitos, e seriedade.

Abração

http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

morena17.msn disse...

Parabéens AMOOR !
eu nuunca pensei em me interessar por esses assuntos, sempre achei que era coisa pra louco (:
mais cada diia que passa , eu aprendo um pouco mais com vocÊ!

Parabéns , eu amo mt você <3

um grande beijo ! ♥

Flávia Mendes disse...

Que lindo blog!
Parabéns!!

Pat disse...

É uma tema que provoca muitas reflexões não é mesmo?Como saber se realmente existe?Baseando-se em deduções?Acho um pouco complexo e dificil de chegarmos a uma resposta 100% verdadeira.Essa,Deus guardou pra si.Só ele sabe.

Beijos.

Andre Mansim disse...

esse assunto de reencarnação é muito interessante, mas discutir religião não faz mais parte dos meus planos de vida!
Parabens pelo post e pelo blog! Parabens pelas suas convicções!

http://amansim.blogspot.com/
visita lá!

Dani disse...

Uau, ótimo post.
Eu sempre fui uma pessoa que sabe aceitar muito bem as crenças de qualquer religião. E mais que aceitar eu pego um pouco de cada uma, [aloka hahaha] e formo quase que a religião danielisca.
E, assim, eu não acho que tal coisa está certa e outr errada. Acho que tudo existe [não sei se você me entende]e tudo é uma questão de ponto de vista, palavras diferentes mais que no final das contas querem dizer a mesma coisa.
Enfim, meio loka essas minhas ideis, não sei se estão certas ou não, mas a partir do momento que você acredita em algo, acho que a questão não é estar certo, mas sim ter fé naquilo.
Acho o espiritismo umas das religiões mais facisnantes, fico horas ouvindo meus amigos espiritas explicando... E acredito em outras vidas. E queria muito fazer um regressão, mas confesso temer não gostar do que eu posso descobrir. Ah! Sei que não é só chegar e fazer, tem todo um processo espiritual para poder fazer, né? Pelo menos é o que me disseram...
Enfim, chega de falar abobrinha. Acho que me empolguei! hehe

Guilherme D. Dutra disse...

Huhauhua sim sim Dani, concordo com que quiz dizer, tbm sou assim ;)
Acho que não tenho uma religião definida. Acredito em tudo que me parece mais razoavel, mais proximo da lógica. E eh claro tbm que para crer em qualquer religião eh necessaria fé.

Vllw pelo comentario, lindah ;)

Karla Hack disse...

Ainda não formei minha opinião sobre a reencarnação... Mas acho a doutrina e a lógica montada muito boa... Algo que vale aprofundar um estudo!
Parabéns pelo POst!
;D

LADY DARK ANGEL disse...

Eu não acredito nesse negócio, eu acredito q há espiritos, mas não de pessoas

Paula disse...

Religião cada uma tem a sua, o bom é saber respeitar SEMPRE!

Eu sou espírita, gostei do post!

(: estou te seguindo

J. Valentin disse...

Parabéns por falar disso em um veículo tão utilizado por todos nós que é a internet!
Eu sou espírita, e já fui de outras religiões. Mas nessa doutrina foi a única que me encontrei de verdade e tive respostas para tudo que sempre queria saber!
Reencarnação = Justiça Divina!

Ótimo post.

www.meuceuparticular.blogspot.com

Karine Lima disse...

Adoro saber mais sobre o espiritismo, e acredito na reencarnação, é quase impossivel não acreditar até mesmos pelos varios fatos ja ocorridos e pelas provas mais que concretas! to seguindo aqui, adorei segue o meu blog tbm?

http://livreelouca.blogspot.com/

beijoos.

' sibele lima disse...

Não concordo! Todos nós sabemos, ou pelo menos deveriamos saber que depois que morre não existe reencarnação ou algo do tipo, tem na bíblia é só lermos um pouco. E deveriamos saber também que o ser humano não foi criado só pra viver 80 anos e dpois descansar, ele foi criado no intuito de adorar a Deus, simplismente isso, porque Deus ''precisa'' (dizemos assim) de adoração. E sobre aquela parte que citou o menino da bateria e tal, saiba que aquilo simplismente é dom, e acredite cada um tem o dom pra cada coisa. Poderia muito bem o homem se garantir tocando, mas talvez aquele dom de tocar não fosse ''pra ele''. Deus sabe exatamente o que faz, e uma coisa que garanto é que reencarnação não existe! De qualquer forma não cabe a mim julgar ou não a religião dos outros, cabe a mim apenas respeitar, e espero muito que não entenda nada do que falei como uma ofensa e sim como um ponto de vista! Que Deus abençoe a cada um de vocês que comentaram e ao que escreveu, e que sinceramente Ele abra os olhos espirituais de vocês para que vejas que isso tudo não passa de uma mera ilusão que o inimigo tem preparado! Jesus te ama ♥ Beijos :*

Guilherme D. Dutra disse...

Ahh então vc quer que eu acredite na biblia, algo que foi escrito pelo HOMEM a trezentos anos depois que Cristo se foi, e vem sendo atualizado a uns dezoito séculos?!
E vc tbm quer q eu acredite que Deus, o todo poderoso, precisa q nós, simples mortais, adoramos ele?!
E akela estoria do menino da bateria, se foi dom msm q ele tem, se ele nasceu com o dom, foi pq Deus deu esse dom pra ele, e, então pq q Deus nao deu o dom pra outro cara q gostava de bateria tbm? Pq Deus nao deu o dom pra mim? Nossa Deus parece injusto, não?!

Olha de forma alguma nao estou levando como ofensa. Cada um tem seu direito a crença. Agora, você acredita msm nisso?
Se isso te deixa mais confortavel, tudo bem. Mas não acho que seja o mais razoavel.

Quanto ao "inimigo", eu não vou nem discutir.
Mesmo porque vc nao acreditaria em nada. Tem um pensamento muito antigo ainda. Só o tempo e as reflexões q vc insiste em não fazer, que vai mudar isso.

Atehh o próximo post.

Saulo Thiago disse...

Não acredito em reencarnação..
então não concordei com o post!!

mas o blog é bem legal!!

Carolina B.! disse...

Guilherme!!
Ótimo texto!

Não tenho opinião muito formada sobre a questão vida após a morte. Vi o filme do Chico Xavier esses dias, e achei sua história muito emocionante.
Ele sacrificou sua própria individualidade e paz em prol de ajudar quem precisasse, suas atitudes não eram impulcionadas apenas por uma obrigação mediuniana, mas principalmente por amor.

Em seguida vi o filme da vida de Gandhi, e mais uma vez me tocou o coração, eu pude comparar a vida dos dois, e senti que ambos viveram uma vida de impecabilidade, dedicação e amor. Ambos se dedicaram a ajudar a raça humana independente da religião e crenças.


Já presenciei e até participei de discuções sobre crenças e religião e todas terminaram e desacordo e revolta.

Acredito que se vivermos pela evolução pessoal e amor ao próximo HOJE, pouco importa para quem rezamos, ou para onde acreditamos ir quando morrermos.

Acredito que seja preciso reatar mais os laços com o coração, e deixar de agir tanto pela mente. Aprendi que ela pode se tornar um espinho entre nossas relações.
É deixar o coração guiar a mente...
:)


Mas gostei da sua abordagem!
Estarei por aqui!

ventosemrumo.blogspot.com
Abraço

Guilherme Lombardi disse...

o espiritismo ajuda a explicar muitas coisas que para nos ainda não tem respostas.

Flávio P. Reis disse...

A convicção nunca será conquistada pela imposição... e o convencimento sobre a verdade da vida é mais questão de sentimento que de lógica humana.
É bom saber que existem pessoas que não têm a obsessão em fazer proselistismo... pois esse tipo de atitude -obviamente que até mesmo dentro do espiritismo- é muito infeliz.
Um grande abraço!

lucass repetto disse...

Parabéns pelo post meu caro!

Alan disse...

Achei bem fundamentado e estudado o seu texto, mas tenho uma perspectiva diferente. Como bem sabe meu amigo me tornei seguidor de Cristo há alguns anos, e a ideia cristã a respeito da vida eterna não se referencia em descanso eterno, ou ficar eternamente cantando pra Deus. O que Cristo deixou de ensinamento é que todos passaremos pela ressurreição, e adentraremos a vida eterna. Essa seria não muito diferente dessa, só que mais perfeita, as cores seriam mais coloridas, os alimentos teriam mais sabor e a vida muito mais vívida. Uma forma superior de existência por assim dizer. Nesse processo, não manteremos nosso corpo como o é hoje, mas receberemos um perfeito. Essa é a perspectiva cristã de vida eterna, como o acesso a essa vida se dá pelo sacrifício de Cristo, não há como haver reencarnação, pois este é um ato único e definitivo. De acordo com a doutrina cristã, se o homem tivesse mais de uma vida Cristo teria que morrer mais uma vez, na verdade uma vez para cada vida que o homem vivesse. Nesse ponto entra o texto citado. "E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo" de Hebreus 9:27.

E sobre a Bíblia só gostaria de reforçar que ela tem livros bem mais antigos do que ano 300. Ela possui livros de cerca de 3600 anos atrás, se não fiz as contas erradas. Acho que os livros que baseou seu estudo também foram escritos por homens, então não vejo por que não dar crédito para Bíblia, uma vez que muitos historiadores o fazem. A doutrina cristã se baseia nos ensinamentos de Jesus, que estão registrados no Novo Testamento, esse tem cerca de 2000 anos, a época que Jesus viveu. Ele dizia ser o próprio Deus e nisso eu acredito piamente, depois dele surgiram muitas religiões baseadas no cristianismo, e o espiritismo é uma delas. O Deus onisciente, onipresente e onipotente, criador do universo é o Deus que foi plenamente revelado em Jesus.

Bom, deve ter dado pra perceber que esse é um assunto longo, muitos pontos precisei omitir para não prolongar demais o texto, no entanto se quiser podemos marcar um café um dia pra trocarmos umas ideias a respeito com mais tempo, embora não tenhamos nos visto muito ainda somos Silvery Eagles, pois uma águia nunca morre...