domingo, 6 de março de 2011

Pensamento positivo!


Neste post queria dissertar sobre algumas "verdades universais" tão proferidas nos dias de hoje. Algo como "Pensamento positivo traz coisas boas" e "Ajudar o próximo traz prosperidade".
Não há como provar fisicamente essas teorias. Não existe nenhuma ligação entre você ajudar uma instituição de caridade e ganhar na loteria. A primeira não é uma extensão proporcional da outra. Elas não estão ligadas.
Ora, se não a comprovação física, logo essas verdades são baseadas na fé, e portanto, teremos que deixar de lado a razão e realidade, e pensarmos em um outro plano.
Metafisica é a ciência que estuda aquilo que esta fora do real, aquilo esta fora do alcance dos sentidos, e para observa-los precisamos algo alem da razão: a fé.
E para discutir sobre fé, é necessário que estejamos focados sobre algo especifico, um mesmo campo de estudo, que por hora será o "pensamento positivo".

Pensar positivo faz com que certos hormônios sejam liberados no cérebro, trazendo a sensação de prazer, alivio, felicidade. Você se sente melhor pensando que algo vai dar certo. Mas, o fato de pensar positivo não implicará em nada no designo da coisa. Como disse, não há nenhuma comprovação física para tal hipótese. Se seus planos deram certo, não foram seus pensamentos positivos que o fizeram que assim acontecesse, foram as atitudes tomadas diante da coisa. Portanto, o pensamento positivo sobre a vida só dará certo se você agir de forma vinculada a elas. As coisas não caem do céu. Milagres não acontecem - ao menos não nesse plano. Se quer que algo acontece, faça acontecer. O pensamento positivo só vai fazer você dormir melhor a noite. Mas quando acordar, vai estar do mesmo jeito que estava.

Até aqui entendemos que não a ligação nenhuma entre o pensamento positivo e o que acontece na vida real. A realidade é moldada pela ação do homem em sua existência. E é só. Deus nem nenhuma magia sobre natural implica nisso.

Ps: Se você não entendeu até aqui, peço que leia novamente, pois não vai entender o que a por vir.

Agora vamos para a parte polémica: Ajudar o próximo traz prosperidade.
Também não há nada que comprove fisicamente que são ligadas proporcionalmente o fato de ajudar alguém com frágeis condições financeiras, e sua vida melhorar. O que acontece é que quando ajudamos alguém necessitado, ficamos felizes por ver a pessoa feliz. Isso libera os mesmos hormônios de paz e felicidade do pensamento positivo e faz que tenhamos mais tranquilidade para lhe dar com as coisas da vida. Sendo mais calmos, conseguimos lhe dar com as questões de nossa vida melhor e as respostas virão, tecnicamente, prósperas.
Entenderam o que acontece?
Você ajuda uma pessoa, e ajudando esta pessoa, você se sentirá melhor consigo mesmo, e isto fará com que você tenha melhor disposição para os problemas da vida. Assim sendo, sua vida melhorará.
Não existe um ser invisível que fica te viajando o tempo todo, anotando quando você ultrapassa o sinal vermelho e quando da dinheiro a um pobre. O que existe é a realidade e o que você causa a ela.

Atenção religiosos fanáticos fervorosos que talvez leiam este post, não quero aqui discutir a existência ou não de Deus, até porque este é um assunto muito extenso, e não quero toma-lo agora. Provavelmente em um futuro post. O que quero dizer aqui, é para que vocês, seres humanos, parem pra pensar um instante sobre a vida. Vocês acham mesmo que dando dinheiro pra pastores e igrejas seus milagres acontecem?!

Espero que depois de lerem este texto, reflitam, e gastem o dinheiro do árduo trabalho com algo que realmente importa.

7 comentários:

Fernanda Gabriela disse...

apesar de não ter dinheiro pra gasta, eu concordo com o você, senhor gui filósofo ;p haha

Drih ☥ disse...

Para os pobres e deseperados
E todas as almas sem lar
Vendo barato a minha nova água benta
Três prestações, qualquer pode pagar...
O sucesso da minha existência
Está ligado ao exercicio da fé
Pois se ele remove montanhas
Também traz grana...

Raul estava certo...Pastor João e a Igreja Invisível. Gui, post perfeito como sempre... Pensamento positivo!, pena q seja tão difícil mantê-lo o tempo todo, rsrsrs(aguardando o post sobre a existência ou não de deus...)

Maicon Teixeira disse...

Olha meu bom amigo...
não sei qual seria a sua religião oe se vc teria alguma religião,
mas discordo totalmente de suas palavras, respeito o seus pensamentos, mas discordo da sua linha de pensamento.
Cada um tem a fé que tem, por isso não devemos julgar a atitude de alguem em torno de sua fé, desde que sua fé seja para o bem...
O ato de ser dizimista, é o ato da pessoa ser fiel com a Obra de Deus,portanto não tem nada a ver com dar dinheiro a pastores..

Um Enorme Abraço,

Ganhar Dinheiro Agora

Saiba Como Ganhar Dinheiro com Seu Blog: Ganhar Dinheiro Agora

Tati disse...

Concordo plenamente contigo!Embora fisiologicamente é imensamente importante as pessoas terem fé em algo [pois a sensação de bem estar aumenta a imunidade], seria importante que as pessoas não confundissem isso com malandragem!!!

Priscila Silva disse...

Muito bom :D

Danilo Andrade disse...

Como sempre, prefiro respeitar as opiniões dos outros. quero dizer que idependente de boas ações trazerem retornos ositivs a que pratica, penso que a base ideal não seria essa. Afinal, se você doa algo a alguém pelo simples interesse do retorno positivo, a ação é inútil, se quero ajudar ou fazer o bem, faço porque acredito que posso fazer a diferença, que nem tudo precisa ser como é.
Não acreditar em bençãos por boas ações não significa que deva-se endurecer, ignorar as pessoas ao nosso redor.

PS: O conceito de dízimo é muito maior do que fazer caridade ou dar dinheiro a pastores, é um compromisso pessoal que cada um assume e diga-se de passagem precisa também ser respeitado.

Thiago Quintella de Mattos disse...

E o ajudar ao próxmo tem uma grande carga relativa. Muitas vezes achamos que estamos ajudando, mas não atingimos o desejo o auxiliado, digamos assim.