sexta-feira, 1 de outubro de 2010

1988 e além!


Neste domingo exerceremos - de modo obrigado - a nossa cidadania.
Ontem, dia 30/09/2010, aconteceu o ultimo debate para Presidente da Republica do Brasil. E nesta eleição temos quatro candidatos, com diferentes maneiras de pensar, diferentes partidos políticos, diferentes linhas de raciocínio.
Vou destrinchar aqui a minha pequena e humilde sabedoria sobre politica, que por "falta de vergonha na cara" não é maior.

Conversando sobre politica com alguns amigos, percebi que as vezes alguns levam o nome do partido politico sob o termo literal da palavra.
Por exemplo, PSDB, Partido Social Democrátrico Brasileiro. Não significa que, por ser um partido social, ele estava visando uma forma de governo socialista/ comunista. Eles não vão transformar o país em uma URSS ou uma Cuba.
Na Constituição Federal de 1988, em seu Art. 1º: "A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel do Estados e Municípios e do Distrito Federal, constituí-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:

IV - Os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa."

Logo entende-se que o Brasil é um país baseado na democracia e na livre iniciativa, ou seja, o capital.
Esses princípios fundamentais da Constituição Federal só podem ser alterados com uma nova Constituição. E essa nova Constituição só pode ser promulgada sob decisão de um Poder Constituinte, onde os membros deste só são formados por uma eleição prevendo um Poder Constituinte. Portanto, um "Estado Comunista" hoje no Brasil é impossível.
Os planos de governo do PSDB, são voltados a idéia de um crescimento econômico social como um todo, visando todas as classes sociais, e as escalas do trabalho.

O PT - Partido dos Trabalhadores, em seu auge, era considerado um partido de esquerda, pois que ia contra os planos socialistas vigentes na época. Quando o atual presidente, Lula, um PTista, assumiu o poder, o partido se reconfigurou como centro-esquerdista, e em tese, "como manda o figurino" de um partido comunista, tentou uma Robin Hood, distribuir a renda entre ricos e pobres.

Nestes últimos oito anos com o PT no poder, o Brasil melhorou bastante, comparando com os mandatos anteriores, mas ainda assim tem muito o que mudar.

Sobre os outros dois partidos, creio não saber dissertar sobre especificamente seus planos e estratégias de governo, mas em breves palavras: o PV - Partido Verde, pela sua história, mostra ser um partido que se preocupa com o meio ambiente e a sustentabilidade do pais. Enquanto o PSOL - Partido Socialista e Liberal, mostra se preocupar também com a livre iniciativa e um plano de governo baseado no crescimento econômico do individuo perante a sociedade.

Sobre os candidatos não preciso e nem quero falar aqui. Cada eleitor tem sua opinião e simpatia por cada um deles. E apenas de maneira declarativa, direi que temos de escolher entre:

• José Serra (PSDB)

• Dilma Rousseff (PT)

• Marina Silva (PV)

• Plinio de Arruda Sampaio (PSOL)

Se não estiver satisfeito com nenhuma das propostas de governo desses candidatos, defendo seu direito de votar em branco ou nulo, pois este é um país democrático. Porém, peço que pensem muito bem antes de votar, pois que um único voto não mudara o país, mais milhares ou milhões de votos conscientes, poderão fazer a diferença.

Para concluir, postarei aqui um vídeo feito por um humorista que admiro muito, Marcelo Adnet, sobre a história da política no Brasil.



E domingo, meus amigos, escolheremos nosso representante para os próximos quatro anos. Vamos lembrar um pouco do nosso patriotismo que temos nas Copas do Mundo, e votar consciente! Vai lah Brasil!

9 comentários:

Gibitecalomania disse...

Muito bom!!!

Estou te seguindo, aguardo retribuição!

^^

http://gibitecalomania.blogspot.com/

Tatiana disse...

Eu acgo um absurdo o voto ser obrigatório, não pelo fata da obrigatoriedade em si, mas por compreenderem que se deixarem à escolha de votar ao entendimento das pessoas poucas irão exercer seu direito de delegar a direção do país a alguém, e por não compreenderem apesar de está sendo esclarecido na midia, não escolhem pessoas que irão usar o poder político a desfrute próprio, mas deverão servir todos aqueles que delegaram a ele o dever de representar seus interesses. Não devemos ser nós os empregados e sim os patrões. No dia que essa consciencia estiver difundida em cada brasileiro o Brasil terá de fato um sistema democrático, uma visão mais séria e os servidores públicos irão servir com dignidade e comprometimento com o grupo que o escolheu para representa-los. neste dia o voto não será obrigatório por que as pessoas vao entender a função e a finalidade de delegarem o seu poder a algumas pessoas.
Eu só naõ concordo muito com o que vc disse a respeito das siglas não dizerem nada sobre os ideais políticos. Elas trazem, a meu ver, muitas informações sobre as diretrizes dos partidos e dá uma noção muito boa do modo de governar de cada um deles. Com a ajuda das siglas e dos " lados" - direita ou esquerda- que cada um se orienta podemos sim saber de muitas coisas e principalmente de quem e que interesses, além de como fazê-los, eles irão defender. Cabe a nós sabermos disso a fim de nos aliar e delegar poderes aqueles que t~em o interesse de denfender questões que nós também apoiamos.

__

http://coracaoonline.blogspot.com/

Niddo disse...

se o povo brasileiro soubess votar direito, quem sabe a nossa politica nao fosse tao esculachada assim!

votem coinscientes!!!

Samira Lima disse...

Parabéns por abordar o assunto de uma forma tão interessante e inteligente. Parabéns também pelo blog por inteiro. Adorei o layout! Muito sucesso à vc sempre!

abçs

Juh disse...

Bom....temos que votar nesse domingo aiai nosso velho sistema poilitico "democrático"...
amei seu blog... seguindo e ligadinha nos posts...
beijs!

Carla disse...

Votar consciente é votar em quem acreditamos, alguns candidatos não me descem pela golea de forma alguma. Outros eu fico aqui pensando se irão se vender ou se terão mesmo capacidade de governar um país onde existem tantas leis cheias de brechas...

abraços.

http://precisomeexpressar.blogspot.com/

♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...

Bacana sua tagem, Guilherme. Acho q se não fosse obrigatório, pouquíssimas pessoas iriam votar...

Vim retribuir a visita [não deixou comentáro =/] e vou t seguir tb!

Estarei sempre aki!

BeijO*-*
http://evesimplesassim.blogspot.com/

Rotina de um Desconhecido disse...

Povo brasileiro não sabe votar, fato! As pessoas devem começar a ter uma conscientização maior sobre o voto, a própria mídia pode ajudar nisso. Blog legal, vou acompanhar. Abraço!

Anônimo disse...

é um absurdo democracia ? onde ? se somos obrigados a votar e ainda mais em candidatos pré selecionados , embora todos tenham suas ideologias divergentes e planos etc.. quando entram no sistema infelizmente são coagidos e o governo de um é o mesmo do outro , só percebemos as diferenças fisicas mas a corrupção é sempre a mesma.


ótimo post ^^ vem me visitar ?

http://meumundinhoinsanowill.blogspot.com/