quarta-feira, 14 de julho de 2010

Dias frios


Eu gosto de dias frios.
O coração não precisa palpitar tanto.
Não precisa-se explicar aos mãos frias.
Não precisa encarar o Sol.

O vinho é seu principal ponto de partida.
As árvores não fazem sombra.
O silêncio toma seu lugar.
Tudo elegantemente sub entende-se.

Nos dias frios não se ouve o infernal som da cultura de massa.

5 comentários:

Karla Hack disse...

A alma implora... Lindos versos!
;D

Dave disse...

o frio me atrai.

Pedro Neto disse...

Versos incriveis! Virei fã do blog já! Visito por contra própria!

http://www.blogtatudobem.blogspot.com/

http://filosofandoonline.blogspot.com disse...

Belo pensamento sobre o frio.

Mari Cavalcanti. disse...

http://maricavalcantii.blogspot.com/


Amei o Blog *-*