sábado, 1 de janeiro de 2011

Adeus 2010 - Parte 03

O tempo passou e eu continuava "suave na nave". Tirando férias permanente, assistindo todos os filmes que não podia assistir por falta de tempo e saindo todos finais de semana.

Em um desses finais de semana, houve um show de Metal que um amigo meu iria tocar, e agente foi lah dar apoio moral lol. Então chamei uma amiga pra ir no show comigo. Na verdade agente soh conversava pela net, e lah no show iriamos nos conhecer melhor e tal. Foi que gostamos um do outro, ela era lindah, inteligente, divertida, atenciosa, conhecia a galera, e uma das coisas importantes foi que a minha prima ciumenta gostou dela (ponto positivo :D). Fomos saindo mais vezes em outros lugares até decidirmos namorar. É muito bom estar com ela. Estamos juntos a mais ou menos três meses ♥ :)

Este mês encontrei um emprego novo. To gostando bastante. Aprendendo coisas novas, e ajudando no que posso o pessoal que já estava lá quando cheguei.

Sempre quando chega dia 31 de Dezembro, paro pra pensar se este ano valeu a pena. E digo que sim. Acho que foi um dos anos mais importantes, e que aprendi muito.
Tenho muitos planos pra 2011, mas não foi revelar senão perde a graça do post do dia 31 do ano que vem :D.

Abraço a todos. E Feliz Ano Novo lol.

Adeus 2010 - Parte 02

E é claro que eu não viajava sozinho. O meu amigo psicopático sempre ia comigo, e onde quer que ele estivesse, fazia todos em volta rir histericamente, mesmo quando ele chegou bêbado depois de tomar cinco garrafas de vinho sozinho, até oferecer energético pra uma amiga, pois ela iria precisar a noite (fikdik :B).

Junho. Meu aniversário. Meus amigos por perto. Ganhei até um cantil *-*. Balada gothica em Londrina. Conheci bastante gente nova. Mas esse mês também foi bem radical. Eu sai do trabalho onde já estava a mais ou menos quatro anos. Foi uma mudança e tanto na minha vida. Mas aprendi muito com isso. Aprendi como é o mundo lá fora. Eu tinha que passar por isso.

Um mês depois, fomos eu e o psicopático pra Sampa lol numa balada gothica. Foi uma viagem muito foda. Os gothicos de SP são bem diferentes que os daqui. Lá eles não tem medo de preconceito e na verdade não ligam muito pra os que os outros pensam. Sampa é a cidade mais liberalista dos costumes que eu já vi. Lá também conheci uma pessoa importante pra mim. Conversávamos em sites de relacionamento a mais ou menos uns quatro anos, e nessa viagem podemos nos conhecer pessoalmente. Um dos melhores domingos da minha vida, com a loira mais lindah do mundo :).

Adeus 2010 - Parte 01

Como é Ano Novo, temos que dizer adeus a mais um ano de nossas vidas. Então vou tentar resumir 2010, e dizer porque foi um dos anos mais importantes da minha vida.

Este blog "Reflexões sobre o Sentimentalismo Empírico Caótico do ser Humano" já existe a dois anos, e na maioria das postagens, ou eu escrevia artigos e poesias sobre diversos assuntos, desde guerras santas, história e filosofia, até os próprios sentimentos. Mas nunca, diretamente falei algo sobre mim. Se disse, foi algo subjetivo, escondido nas entrelinhas, que sim, era diretamente para pessoa que eu queria que lesse aquele texto (A). Então hoje vou fazer algo diferente, vou escrever de forma clara e sincera sobre o que aconteceu na minha vida em 2010.

Pra começar, passei a virada de 2009/2010 com meus amigos num pseudo-parque aqui em Cambé. Depois de muito felizes "andando e cantando e seguindo a canção" e muitas bebidas, ah pilha foi acabando e todo mundo cansou e então voltamos para nossas casas.

O começo do ano foi cheio de aventuras: shows de Metal, e rolês com a galera em Londrina, era só festa. Por volta de março, decidi tomar um rumo na minha vida. Entrei pra faculdade de Direito lol. O curso é muito bacana, muito da hora e ah galera é demais. Foi difícil no começo me acostumar com a correria do trabalho e faculdade, mas consegui me adaptar.

Pouco tempo depois, conheci uma pessoa muito especial. Ela revolucionou minha vida. O moleque criado com a avó no sitio (brinks :B), cresceu muito depois que essa pessoa apareceu. Eramos tão parecidos e com sonhos tão próximos que tudo foi muito bom. Linda, inteligente e independente, me mostrou que a vida é feita de sonhos e força de vontade, e que sempre conquistaremos o que sinceramente sonharmos.

Acho que essa história acabou por causa da distância. Mas a distancia material, a distancia dos corpos, pois que nunca nossas almas se distanciaram. Sempre nos encontramos nos sonhos.